sexta-feira, dezembro 28, 2007




Queria ser poesia!





Secar todas as lágrimas

Fazer brotar o sorriso

em todos os rostos

ora descompostos por

injustiças e ultrajes

sangue inocente

manchando as ruas

corpos desfeitos

mentes obtusas...

Ah, como eu queria ser poesia!

Flor que emergisse

dos escombros,

chuva que arrastasse

as guerras que se acendem,

reerguesse a esperança esmagada

como bandeira rasgada

de um domínio sem alma...

Como eu queria ser poesia!

Desvendar a luz do dia

crescer como erva vadia

lavar como a água pura!

1 comentário:

CresceNet disse...

Gostei muito desse post e seu blog é muito interessante, vou passar por aqui sempre =) Depois dá uma passada lá no meu site, que é sobre o CresceNet, espero que goste. O endereço dele é http://www.provedorcrescenet.com . Um abraço.