terça-feira, fevereiro 24, 2009



E o meu poema


caberá inteiro

na eterna renda

de um cristal de gelo.

1 comentário:

Eliene Costa disse...

indescritível, mágico, simplesmente PERFEITO.


Eliene Costa

visite-me no recanto das letras