quinta-feira, maio 21, 2009


E o meu poema


caberá inteiro

na eterna renda

de um cristal de gelo.

4 comentários:

Teresa David disse...

Ainda a passear neste teu blog e gostei dos poemas, embora alguma nostalgia seja visivel em alguns deles.
Espero estejas bem
Bjs
TD

Que importa? disse...

Que surpresa...é seu!!!
Tinha que ser lindo, sensível...
verei aqui "estar consigo".
Um beijinho

Syp Aragao. disse...

Continue sempre a escrever.

A poesia flutua nas mentes.

O ser humano vive a poesia.

Os poetas apenas exprimem a vida.

Daniel Cristal disse...

BEIJINHO COM PARABÉNS PELO SEU BLOGUE PARA A QUERIDA AMIGA PET COM SAUDADES
ARMANDO