terça-feira, agosto 28, 2007








Verde que eras tão verde


Era tão verde o verde
nas margens deste meu rio!
Era a paisagem tão linda
era tão azul o céu
e agora é tudo cinza!

Ainda ontem floria...

Quem pode calar o espanto
que se descobre no rosto
daquele que vai ardendo
a combater no seu posto?
Era tão verde o verde
hoje, infinito o deserto
que olho e não reconheço!

Meu Portugal pequenino
era de um verde tão verde
e hoje é um mar de pranto!





8/8/2003

1 comentário:

Acácia disse...

Estarei chegando em Portugal dia 17/10 passaremos uns dois dias ai, iremos a Fatima. Adoraria lhe dar um abraço. Bjs, Acácia